Envie este conteúdo por email

Notícias e Publicações

Reflexos da Lava Jato

O seguro D&O já trilhava o caminho de um maior amadurecimento, mas foi com a operação deflagrada pela Polícia Federal que a adesão ao produto alavancou – e que as apólices comercializadas no Brasil foram colocadas à prova

O D&O, seguro de responsabilidade de diretores e executivos, entrou no Brasil na década de 1990 baseado em modelos internacionais, prioritariamente norte-americanos e alemães. Gradualmente, começou a chamar a atenção de executivos e empresas que atuam no País. Um número cada vez maior de profissionais passou a negociar o produto como benefício necessário em sua admissão por companhias, sobretudo aqueles que trabalham em instituições financeiras e os que atuam em empresas voltadas à utilização de captação de recursos via Bolsa de Valores. O produto manteve crescimento estável no Brasil, em média de 15% ao ano, justamente pelo valor que as companhias passaram a enxergar com a mitigação do risco e maior proteção dos seus colaboradores


Matéria disponível em PDF a seguir.

Anexos